Você Cuida Bem do seu Aparelho Ortodôntico?

Conviver com o aparelho ortodôntico para algumas pessoas é um problema. Existem alimentos que dificultam ou provocam alguns incômodos, como o braquete quebrado. Para não se intimidar com o tratamento ortodôntico basta saber alguns truques, pois é possível conviver bem com o aparelho.

Deve-se evitar alimentos muito duros. Milho, pipoca, rapadura e pé de moleque e pirulitos. Frutos secos, como nozes e avelãs também estão incluídos nesta categoria. Além do risco de descolar o braquete, danificar ou quebrar outras partes do aparelho ortodôntico, estes alimentos podem ficar retidos e dificultar a higienização.

Alimentos que possuem muitas fibras, como no caso de frutas como a manga e abacaxi. Outros como carne muito fibrosas e bacalhau também devem ser ingeridos com cuidado pois ficam retidos no aparelho e podem provocar cáries e inflamações na gengiva. Não é proibido comer cenouras e frutas que sejam duras, como peras e maçãs, pelo contrário, são essenciais para a saúde. Porém estes alimentos devem ser cortados com uma faca em pedaços pequenos, nunca com os dentes pois a probabilidade de soltar o fio ortodôntico e descolar peças do aparelho é bem grande.

Os alimentos espumantes como Coca-Cola e outros refrigerantes são fruto proibido para quem usa aparelho ortodôntico fixo. O açúcar e os ácidos contidos nessas bebidas são o pior inimigo para quem pretende ter uma correção de dentes sem maiores problemas. Alimentos grudentos e pegajosos devem ser evitados também. Chiclete, caramelos, balas e tudo o mais que possa ficar colado no aparelho.

Além do cuidado com os alimentos, é muito importante escovar os dentes depois de comer alguma coisa e claro ter sempre a revisão do dentista.

MEU BRAQUETE SOLTOU, O QUE FAZER?

Você morde uma maçã e, de repente, ouve o barulho vindo da sua boca. Um braquete soltou! E agora, o que fazer?! De fato, nenhum paciente está preparado para este momento, ainda mais em casa e distante do consultório dentário.

O braquete é a peça responsável por transmitir a força do fio ortodôntico ao dente. Portanto, no momento em que ele quebra, o movimento daquele elemento fica totalmente comprometido. Quando um braquete solta, o paciente deve comunicar ao seu ortodontista, pois somente ele poderá recolocá-lo. Se por acaso a estrutura se romper e algum fio ficar machucando ou incomodando, não tente removê-lo. O material pode amassar e comprometer o movimento de todo sorriso. O ideal é procurar o seu especialista o mais rápido possível.

É PRECISO GUARDAR O BRAQUETE?

Normalmente os braquetes de metal soltos não serão reaproveitados, mas nos casos de aparelhos estéticos ou sistemas autoligados, é interessante levar o braquete para o ortodontista avaliar se é possível reaproveitá-lo, evitando custos desnecessários.

POR QUE É IMPORTANTE PROCURAR UM ESPECIALISTA?

Somente um ortodontista é capaz de avaliar se é necessário realocar o braquete logo ou se pode esperar até a próxima consulta. A tentativa de colocar ou remover qualquer peça pelo paciente reflete em danos ao aparelho, o que acaba provocando um atraso no tempo do tratamento previsto e muitos problemas na posição dos dentes.

COMO EVITAR ESTE ACIDENTE?

Com atitudes simples, é possível evitar que alguma peça do seu aparelho se solte. Basta seguir uma das principais orientações: evite comer alimentos crocantes. São eles os maiores responsáveis desse cenário. Pipoca, amendoim ou até morder uma fruta com casca inteira é capaz de causar esse acidente. Bateu aquela vontade de comer uma maçã? É só cortar o alimento em pedaços bem pequenos e saborear sem medo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.