Gengivite e periodontite — prevenção, controle e tratamento

A doença gengival é um processo inflamatório caracterizado por um aumento no rubor, edema e sangramento da gengiva.
Gengivite é uma inflamação das gengivas, provocada por placa e acúmulo de bactérias. Esta pode evoluir para um estado mais grave, quando o processo inflamatório se estende para o ligamento periodontal e o osso alveolar.

Periodontite é uma das causas da perda do tecido conjuntivo, reabsorção do osso alveolar e da formação de bolsas periodontais, que eventualmente podem levar à perda de inserção e, consequentemente, à perda dos dentes; a periodontite é uma das causas mais comuns de perda de dentes em adultos. Acredita-se que o processo seja episódico e não contínuo, com períodos alternados de evolução e remissão da doença.
O risco de desenvolver doença periodontal varia entre os pacientes, dependendo de fatores como idade, hereditariedade,
diabetes, higiene bucal deficitária e tabagismo. Enquanto que anteriormente era considerada uma consequência inevitável do envelhecimento, atualmente reconhece-se que a doença periodontal pode ser evitada ou tratada, uma vez instalada. A doença periodontal tem origem bacteriana.
 Prevenção, Controle e Tratamento:
A prevenção e tratamento da doença periodontal visa a retardar a evolução da doença, aumentando a regeneração do osso alveolar, do ligamento periodontal e do cemento radicular, evitando a reincidência após o tratamento. A eliminação da inflamação gengival é o primeiro passo para reduzir o risco de doenças bucais. A remoção e o controle da placa bacteriana são componentes-chave para esse fim e envolvem intervenções mecânicas adaptadas ao estágio e à gravidade da doença. O controle logo no início da placa bacteriana é fundamental para a prevenção da doença periodontal. É recomendável uma higiene bucal adequada com a remoção mecânica diária da placa bacteriana pela escovação dos dentes, complementada com o fio dental para controle da gengivite. Os agentes antimicrobianos têm um papel na prevenção e no tratamento da doença periodontal. Vários agentes antimicrobianos foram incorporados a enxaguantes ou preparos de cremes dentais para inibir o acúmulo de placa. Triclosan, um conhecido agente antibacteriano, tem amplo espectro de ação contra bactérias supragengivais e subgengivais formadoras de placa. A combinação do Triclosan com um copolímero permite que o agente permaneça na superfície do dente por um período prolongado de tempo, oferecendo uma inibição eficaz da formação de placa e gengivite.
FONTE:
1. PORTAL COLGATE PROFISSIONAL: VISÃO GERAL DA INFLAMAÇÃO ORAL – Ray Williams, DMD Chefe do Departamento de Periodontia Universidade da Carolina do Norte, Faculdade de Odontologia Chapel Hill, Carolina do Norte.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.