AS PRINCIPAIS DIFERENÇAS ENTRE OS APARELHOS FIXOS

O aparelho fixo é basicamente constituído por um conjunto de peças metálicas ou estéticas (bráquetes), que possui uma canaleta por onde o fio passa, para que possa produzir força para movimentar os dentes.

Hoje em dia, encontramos uma diversidade de bráquetes no mercado. Existem os metálicos convencionais, metálicos auto-ligados, cerâmicos e plásticos (policarbonato).

Cada um possui uma característica que os representam, segue as principais:

  • Bráquetes metálicos convencionais: São os mais utilizados e promovem um ótimo controle para movimentação dentária. O que utilizamos, com a famosa borrachinha.

 

  • Bráquetes metálicos auto-ligados: Não precisam de borrachinhas para amarrar o fio no bráquete. Promovem um atendimento clínico mais rápido e maior eficiência na movimentação.

 

  • Cerâmicos: Tem como grande vantagem a estética, porém quebram mais facilmente e promove uma movimentação dentária mais lenta.

 

  • Plásticos: São estéticos e se desgastam muito com o tempo. Ao longo do tratamento se fazer muitas reposições.

 

E qual o melhor :

 

O melhor tipo de aparelho, é aquele que se adequa as necessidades de cada paciente. A escolha do aparelho fixo é feita individualmente, após a realização de uma boa anamnese, juntamente com exame clínico e exames radiográficos. Pois a escolha é feita levando em conta, mordida, idade e expectativa do paciente. Sendo assim, para melhor escolha, é necessário uma avaliação com o ortodontista.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.